Oiiiiii!!! Finalmente voltei!
E pra recuperar o tempo perdido, já vem uma dica super linda! Em homenagem ao Dia Internacional das Mulheres (que foi ontem!!!), vou falar sobre A Cidade do Sol de Khaled Hosseini, o médico-escritor afegão que dominou o mundo com apenas 3 livros XD. Uma história sobre o poder de sobrevivência das mulheres, independente das circunstâncias...

Sabe aqueles livros que você demora um tempão pra se decidir a ler, e quando o faz se arrepende de não ter lido antes? Pois A Cidade do Sol é um desses. Há alguns anos Khaled Hosseini se destacou com seu romance de estreia, O Caçador de Pipas (o qual ainda não li, pra minha vergonha eterna!) e levou o mundo inteiro a olhar de maneira diferente para o Afeganistão.
Nesta outra história, ele não deixa por menos. Suas protagonistas são mulheres diferentes entre si, mas que tem em comum a coragem de enfrentar seu destino. 
Mariam, nascida de uma relação com um homem importante e casado com outras 3 mulheres, não teve em sua infância exemplos sinceros de amor do pai (a meu ver, um homem fraco), nem o carinho do colo da mãe (sua mãe a amava sim, mas o sofrimento a que foi submetida após a gravidez, distorceu sua visão do amor e a impediu de demonstrar à Mariam o amor que lhe dedicava). Após um casamento arranjado às pressas, para que não fosse um problema às esposas do pai, ela se muda para Cabul e de início parece que ela finalmente vai ter um pouco de carinho e tranquilidade em sua vida. Isso só dura até ela e o marido descobrirem que por mais que tentassem, ela não conseguia sustentar uma gravidez. 
Laila, ao contrário, teve uma infância repleta de amor dos pais e dos irmãos, e cedo descobriu o poder de encontrar sua alma gêmea (um pouco piegas, eu sei, mas é verdade rsrs). Mas assim como em todos os outros lugares que passaram por isso, a guerra afetou primeiramente aos afegãos, e Laila, por um acaso (ou proteção) do destino, se viu sozinha no mundo, antes de se tornar adulta. 
A partir desse momento as vidas das duas se encontram e se entrelaçam de forma que juntas tentam sobreviver ao caos que se instalou em suas vidas e na vida do povo afegão, ainda que no início elas não consigam se entender, nem entender a si mesmas.
Hosseini, através da história dessas mulheres nos conta um pouco sobre o que foi e o que é, ser mulher no Afeganistão. Um país assolado por uma guerra que parece nunca terminar, mas ainda assim repleto de uma bela história e de pessoas que apesar de todo o sofrimento que lhes é imposto (pelo governo, religião ou supostos heróis), não perdem a esperança de um futuro melhor. Mesmo que esse futuro se resuma ao dia seguinte apenas.
Um livro fascinante, não tem outra palavra!!!

Título: A Cidade do Sol
Autor: Khaled Hosseini
Editora: Nova Fronteira
Ano: 2007
Páginas: 368

Sinopse: Mariam tem 33 anos. Sua mãe morreu quando ela tinha 15 anos e Jalil, o homem que deveria ser seu pai, a deu em casamento a Rashid, um sapateiro de 45 anos. Ela sempre soube que seu destino era servir seu marido e dar-lhe muitos filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. Laila tem 15 anos. É filha de um professor que sempre lhe diz: "Você pode ser tudo o que quiser." Ela vai à escola todos os dias, é considerada uma das melhores alunas do colégio e sempre soube que seu destino era muito maior do que casar e ter filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. Confrontadas pela História, o que parecia impossível acontece: Mariam e Laila se encontram, absolutamente sós. E a partir desse momento, embora a História continue a decidir os destinos, uma outra história começa a ser contada, aquela que ensina que todos nós fazemos parte do "todo humano", somos iguais na diferença, com nossos pensamentos, sentimentos e mistérios.



0 comentários:

Trechos

*Deveras, gosto de fazer essas coisas. Pegar a vida e fazer com a vida outras tantas vidas, fazendo de conta que a vida é diferente. Penso que, com isso, até melhoramos um pouquinho a vida. Aprendemos a melhorar a vida. E até melhoramos um pouquinho cada um de nós*

José Arrabal
Tecnologia do Blogger.

Afinidades

Google+ Followers