*Ele a olhou do outro lado da mesa, sorrindo e perguntou: 
- No que está pensando? 
- Hahahahah, não entendo porque as pessoas têm essa necessidade de saber o que as outras estão pensando - respondeu divertida. 
- Acho que eu só quero te conhecer melhor - respondeu, ainda sorrindo. 
Ela olhou para seu rosto, tentando encontrar algum indício de brincadeira, mas sua expressão demonstrava um interesse genuíno. Ela suspirou suavemente e lhe disse: 
- Há três coisas que você precisa saber sobre mim: primeiro, eu amo meu trabalho, ser fisioterapeuta não é apenas minha profissão... - disse pausadamente - É minha missão. Segundo: eu fico extremamente chata na TPM... 
Ele começou a rir o que a contagiou 
- É sério, nem eu me aguento às vezes hahah. 
- Hahahahha Ok Ok, e a terceira? 
Ela olhou diretamente em seus olhos e seu tom ficou um pouco mais sério: 
- Não me pergunte nada, a menos que esteja preparado para a resposta, seja ela positiva ou negativa. 
Ele apenas balançou a cabeça, assumindo um ar sério também, o que a constrangeu um pouco e lhe fez complementar de forma suave: 
- Não é que não me importo com os sentimentos dos outros, só prefiro ser honesta a respeito de como penso e sinto. 
- Isso soa um pouco como uma ameaça - disse ao abrir um sorriso meio torto lentamente. 
Ela sorriu de volta: 
- Ameaça não... É um aviso!!! 
Quem observasse, veria que os olhos de ambos brilhavam.*




Fonte da imagem: web.

0 comentários:

Trechos

*Deveras, gosto de fazer essas coisas. Pegar a vida e fazer com a vida outras tantas vidas, fazendo de conta que a vida é diferente. Penso que, com isso, até melhoramos um pouquinho a vida. Aprendemos a melhorar a vida. E até melhoramos um pouquinho cada um de nós*

José Arrabal
Tecnologia do Blogger.

Afinidades

Google+ Followers