Meu mês de férias chegou, finalmente!!! Infelizmente está passando rápido, claro!!! Mas, eu tô tentando aproveitar e descansar bastante. Por isso aproveitei essa semana e viajei por uns dias e o destino escolhido foi Cananéia, no litoral sul de São Paulo. Um lugar perfeito para o que eu queria: descanso e sossego.


É um lugar, onde a gente vai pra apreciar a natureza e comer bem!!! A cidade fica próxima à Ilha do Cardoso, onde é possível ter acesso de barco ou lancha. Não pude ir por causa do mau tempo, confesso que fiquei um pouco receosa.
Sendo assim, apenas andei pela cidade e visitei o Museu Municipal, onde vemos uma coleção de armas portuguesas da época da colonização, artefatos indígenas locais e um impressionante tubarão embalsamado, capturado em Cananéia na década de 90. Tive que conter o grito, de verdade, quando virei o painel e de repente me vi olhando aquele monstro!!!

















Também visitei a Igreja Matriz, que está bem conservada e tem umas obras mostrando a Paixão de Cristo diferentes, feitas de gesso. Não sei dizer porque, mas eu tenho um certo fascínio por Igrejas, sempre as visito quando estou viajando. Acho que é por conta da sua importância histórica. 


Com relação à comida, fui a dois restaurantes diferentes. No primeiro, que fica bem próximo à orla marítima, com uma decoração simples, bem típica dos bares praianos, não gostei tanto da comida, pedi um executivo de frango, e o mesmo veio meio encharcado de óleo, mas estava bem temperado, assim como o feijão que estava muito bom. No segundo, que é um pouco mais sofisticado, com uma decoração rústica, em madeira, apreciei mais a comida, que estava muito bem preparada, pedi um filé mignon com legumes, e a carne estava no ponto, bem macia, e os legumes deliciosos. 


A pousada onde me hospedei era muito charmosa, com quartos individuais, como se fossem várias casinhas em uma rua, inclusive nos corredores haviam placas com nomes de ruas, e o atendimento foi muito bom, café da manhã simples, mas farto.








O que mais me impressionou nesse lugar, foi a simpatia dos moradores locais, onde eu ia as pessoas sorriam para mim e me cumprimentavam, como se eu fosse moradora da cidade, e foi a primeira vez que presenciei isso, o que me deixou super à vontade. Talvez, esse seja um bom motivo para retornar um dia.
<3

0 comentários:

Trechos

*Deveras, gosto de fazer essas coisas. Pegar a vida e fazer com a vida outras tantas vidas, fazendo de conta que a vida é diferente. Penso que, com isso, até melhoramos um pouquinho a vida. Aprendemos a melhorar a vida. E até melhoramos um pouquinho cada um de nós*

José Arrabal
Tecnologia do Blogger.

Afinidades

Google+ Followers